"Não nos tornamos iluminados por imaginarmos figuras de luz, mas por nos tornarmos conscientes da escuridão. O segundo procedimento, no entanto, é desagradável e, portanto, impopular." Carl Jung


Aulas Particulares Iniciante/ Intermediário/ Avançado/ Lua Negra/ Interpretação

Inscrições Abertas para Turma Iniciante 2014

terça-feira, 3 de julho de 2012

Graviola contra o Câncer




Graviola - contra o cancer
Recentemente um médico alemão declarou que a graviola é 10 vezes mais poderosa que a quimioterapia. A planta contém um princípio chamado acetogenina que mata vários tipos de "tumores mais rápido que o melhor remédio usados nos hospitais". Uma matéria veiculada algum tempo detalha essa nova descoberta.


De polpa esbranquiçada e de sabor agridoce e agradável, semelhante à fruta de conde (pinha), a Graviola é muito apreciada também por suas propriedades medicinais.

Da família das Anonaceas, a Gravioleira (Annona muricata L) é oriunda das Antilhas e do México e difundida nas regiões tropicais da América, Africa e Ásia. A graviola é encontrada tanto na forma silvestre como na forma cultivada, em altitudes que variam do nível do mar a 1.120m, distribuídas do Caribe ao Sudeste do México e Brasil. Segundo historiadores teria sido introduzida no Brasil pelos portugueses no século XVI 1. É muito frequente em nosso país, sendo a Venezuela maior produtor da fruta.

A Gravioleira é uma árvore que pode atingir de 6 a 8 metros de altura, de folhas grandes e verdes na face superior e esbranquiçadas na inferior. Seu fruto é grande e contém glicídeos, proteínas, lipídios, assim como vitaminas B e C, sais minerais (fósforo e potássio). É adstringente, colagoga, digestiva e vermífuga . Suas folhas em infusão, são usadas no combate à diarréias, diabetes e aplicadas como cataplasma, são também antiinflamatórias em caso de caxumba.

Suas flores, que surgem diretamente do tronco, são peitorais, por isso muito usadas em chás nos casos de gripes e expectoração brônquica. Sua polpa também é muito usada em geléias, xaropes, tortas e sorvetes.

Em nosso país é conhecida também como Jaca-de-pobre, Jaca-do-pará, Coração-de-rainha, Araticum mans, Araticum-de-comer, Coração-da-india; Em Portugal como Anoneira; Espanha, Ganabano, Ganabá, Anona amarilla; França, Anone, Cachiman épineux; Inglaterra, Guanabana, Corossol.

A Guanábana ou Graviola é um produto milagroso para matar as células cancerosas. É 10.000 vezes mais potente que a quimioterapia. Por que não sabemos disto? Porque existem organizações interessadas em encontrar uma versão sintética, que lhes permita obter fabulosas utilidades. Assim que de agora em diante você poderá ajudar a um amigo(a) que necessite, fazendo-lhe saber que lhe convém beber suco de Graviola para prevenir a doença. Seu sabor é agradável. E não produz os horríveis efeitos da quimioterapia.
Se tem a possibilidade de fazer, plante uma árvore de Graviola em seu quintal.
Todas suas partes são úteis.
A próxima vez que você quiser tomar um suco, peça de graviola.

Quantas pessoas morrem enquanto este segredo tem sido absurdamente guardado para não por em riscos as utilidades multi-milhonarias e vergonhosas de grandes corporações?
Como você bem sabe, uma árvore não ocupa muito espaço, além de ser útil.
É conhecida pelo nome de Graviola no Brasil, guanábana nos países Hispano americanos e“Soursop” em Inglês.
A fruta é muito grande e sua polpa branca, doce, come-se diretamente ou se a emprega normalmente, para elaborar bebidas, sorvetes, doces, etc.
O interesse desta planta deve-se a seus fortes efeitos anti cancerígenos. Ainda lhe atribuem muitas mais propriedades, o mais interessante dela é o efeito que produz sobre os tumores ... Esta planta é um remédio contra o câncer provado, para o câncer de qualquer tipo. Há quem afirme que é de grande utilidade em todas as variantes do câncer.
Considera-se, além do mais, como um agente anti-microbiótico de largo espectro contra as infecções bacterianas e fungos; é eficaz contra os parasitas intestinais de maneira geral, regulariza a pressão arterial alta e é anti-depressiva, combate a tensão, etc.

A fonte desta informação é fascinante: vem de um dos maiores fabricantes de medicamentos do mundo, que afirma que, depois de mais de 20 provas de laboratório, realizadas a partir de 1970 os extratos revelaram que:
destrói as células malignas em 12 tipos distintos de câncer, incluindo o de cólon, de seios, próstata, pulmão e do pâncreas…
Os compostos desta árvore demonstraram atuar 10.000 vezes melhor, retardando o crescimento das células de câncer que o produto Adriamycin, uma droga quimioterapêutica, normalmente usada no mundo.
Entretanto, o que é mais assombroso: este tipo de terapia, com o extrato de Graviola, destrói somente as células malignas do câncer e não afeta as células sãs.


Instituto de Ciências da Saúde , L.L.C. 819 N. Charles Street, Baltimore, MD 1201

http://www.hsibalti more.com

Um comentário:

  1. José Luiz P. Fonseca24 de setembro de 2013 17:14

    Por que há anos não se fala mais nessa planta contra o câncer ? Se até médico diz que seu poder de curar é 10 vezes maior do que tratamentos de praxe criados por laboratórios, por que ainda existem dúvidas ? Sabemos que a ética está em declínio no mundo, e o dinheiro fala cada segundo mais alto no que pode trazer mais lucros, mesmo em prejuízo de vidas que seriam salvas não fosse a ganância ! Será que com câncer comprovado no corpo, algum dono de laboratório não vai usar a graviola que tanto execra no seu dia a dia, ou algum outro produto fitoterápico milenar que alguém lhe der o nome ?

    ResponderExcluir